2:30 é a hora que a minha voz achou as palavras que eu procurava...

16 de outubro de 2013

Entre culpas e certezas


Uma fatalidade não tão faltal. Um pensamento que não seja letal.

As vidas, pessoas, sorrisos se acabam diante de tal situação, mas elas não podem demonstrar, não podem desmontar. Vidas dependem disso, desse sorriso, mesmo que falso e forçado.
A dor é inexplicável e a culpa inevitável.